sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Moleskine Lover

Ando há imenso tempo à procura de uma agenda. Não é uma agenda qualquer, é uma Moleskine, de bolso, capa mole, semanal e com layout horizontal. Ou vermelha e de capa dura, ou preta de capa dura. Whatever. Fundamental é o tamanho e o tipo de página. E há muitos anos que é assim. Houve um ano em experimentei o tamanho A5 e não foi a mesma coisa. 
Desta vez distraí-me e não comprei a agenda quando saiu, nem até ao fim do ano e quando a fui comprar no início de Janeiro: puff. Tinham-se evaporado as Moleskines. Encomendei uma na Fnac, mas há tantas tantas, que veio a errada. Podia ter-me contentado, mas não. Deixei outra encomendada e desta vez directamente à Moleskine, mas sem garantias de que vá chegar às minhas mãos.
Em miúda era a "Minha Agenda", agora é a Moleskine. Pancas, mas também tenho direito às minhas.
Até lá vou organizando os dias na minha agenda do Google, no telemóvel, post-its e bocados de papel. E se a agenda chegar vou dar-lhe muitos beijinhos.
De modos que é assim. Ou é tudo, ou não é nada. É tudo o que tenho a dizer.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

What you see is what you get

Ando a seguir este senhor que encontrei no Vimeo. Achei estes vídeos particularmente enternecedores porque mostram uma visão muito tranquila do que é ser pai, da família. Com muita naturalidade mas com muita emoção. Como deve ser. Simples.










quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Bebé report

Sem dúvida que as coisas que mais gosto de saber sobre a gravidez são aquelas que a minha mãe me conta.
Gosto de quando ela me chama de "minha grávida".
Gosto de olhar para baixo e já quase não ver os meus pés. 
Gosto que o Daniel me diga "Que grande barriga!" e tente contê-la na palma da mão.
E deste laço inquebrável que estou a criar com esta pimpolha que aqui anda, nem consigo falar.
É mais que maravilhoso.

Conversas no coiffeur


- Isto do cartão único (leia-se Cartão do Cidadão), não é nada prático.
- E a fotografia tira-se lá. A minha irmã tirou e ficou com cara de presidenciária. (Ahh...)

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

10% talento, 90% suor

Uma pequena amostra do afamado projecto de Photoshop.
Sobretudo para que fique aqui registado o prazer enorme de o ter criado.
 Há coisas que não se podem perder nesta vida. Uma delas é a oportunidade de fazermos o que gostamos.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Rennie

És o meu melhor amigo.

2011

A nível de trabalho, a coisa este ano não promete. O meu estado actual não me torna propriamente "contratável", o volume de trabalho também já teve melhores dias, e projectos futuros ainda estão a marinar. Mas hoje, andava na minha ronda diária pelos jornais on-line, quando me deparo com uma peça no i, intitulada "10 bons empregos para 2011". Lá fui eu toda contente em busca de uma nova missão.
Mas...
Engenharia de software (What the hell is that?), Teoria matemática (Muito bonito, mas já nem me lembro de como se resolve um integral), Avaliação de risco (Viva o optimismo!), Análise estatística (Isso cheira-me a andar nos shoppings a perguntar coisas às pessoas), Analista de sistemas (Envolve computadores e estima-se um salário anual de 42 mil euros, mas as taxas de stress e de exigência física são baixas e eu não saberia lidar com uma vida sossegada), Meteorologia ambiente (Gosto, mas claro que é preciso ser licenciado na coisa), Biologia e outras ciências (Eu e os bichinhos... naaa), História, excepto ensino (Errrrr...), Prevenção e reabilitação auditiva (Outra profissão com baixo nível de stresse, estou mesmo com azar), Manutenção da higiene oral (Hálitos vindos de cavidades orais alheias? Ya right.)
 
São estas as grandes saídas para a malta que quer ser bem sucedida?
Ora bolas.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Bocejo

É meia-noite e tenho o projecto de Photoshop para apresentar amanhã. Só que estou demasiado cansada. Hoje foi o dia da ecografia morfológica do 2º trimestre e como tal não dormi nada com os "nerbios". 
Está tudo bem com a pequerrucha. Dedos das mãos, check. Dedos dos pés, check. Rins, check. Narizito, check. Tudo check. Mas com o alívio vem o cansaço e andei a tarde toda a arrastar-me para acabar o projecto. E está a ficar supimpa, está. Mas ainda precisa de trabalho. E eu, de uma boa noite de sono.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Private joke

Zara

Primeira peça comprada por mim para a bebé usar.
Primeira peça comprada por mim, para a bebé usar, que é um vestido.
Primeira peça comprada por mim, para a bebé usar, que é um vestido, cor-de-rosa.
Primeira peça comprada por mim, para a bebé usar, que é um vestido, cor-de-rosa,  e é macio.
Primeira peça comprada por mim, para a bebé usar, que é um vestido, cor-de-rosa,  é macio,  e tem florezinhas.
Primeira peça comprada por mim, para a bebé usar, que é um vestido, cor-de-rosa,  é macio, tem florezinhas, e é fofinho. 
Primeira peça comprada por mim, para a bebé usar, que é um vestido, cor-de-rosa,  é macio, tem florezinhas, fofinho, de Verão.
Yay!

domingo, 9 de janeiro de 2011

O meu avô e o meu bebé

Hoje faço vinte semanas de gravidez, o que significa que, a correr tudo bem, já está meio caminho andado.
Amanhã, faz seis anos que o meu avô morreu. E eu tenho muitas, muitas saudades dele. Basta ele ter sido das pessoas que mais cuidou de mim, que mais me incentivou a dar o meu melhor em tudo o que fizesse. E era realmente um homem bom e admirável.
Quando o meu avô morreu eu estava a terminar o curso e tenho muita pena que ele não tenho visto isso. Que não tenha assistido ao meu casamento. Que não venha a conhecer a minha bebé. Sei lá, tantas coisas. Os Natais, os verões.
O meu avô nasceu a 30 de Maio, que é o dia em que está previsto o nascimento. Eu sei que pode ser em qualquer dia, e que esse, o 30, é apenas um outro marco, o das quarenta semanas. 
Mas seria uma espécie de (re)encontro, uma daquelas coincidências que não acontecem por acaso.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Da liberdade

Ontem comecei a trabalhar no primeiro projecto para avaliação, do curso de Design Gráfico. Photoshop. The Monster. Não me posso considerar uma perita (ainda), mas digamos que já não me assusta. O que me assusta são as 1097 possíbilidades de trabalhar uma imagem. É que não tem fim. Como é que uma pessoa pode criar assim, pá?

Hoje aprendi uma palavra nova


Caixa de Bullets



Vi no i. É para seguir.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

O Louvre e as maminhas


Ele: Qual é o quadro que vimos em Paris da gaja a tocar no mamilo da outra?
Eu: Não sei.
Ele: Já descobri. Fiz uma pesquisa por “nipple louvre”.

Ahahahahah!
Ahahah!
Ahahahahahahahahahaha!
Ai...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Hm?

Há uns tempos, e por sugestão do meu médico, comprei um livro sobre gravidez.
No meio de mui útil e preciosa informação, encontrei um facto onde falava da memória de grávida, que pode ficar afectada nesta altura. Achei que era mais uma desculpa para as grávidas poderem passar incólumes por situações em que o comum mortal se lixa fortemente. E as hormonas, coitadas, são sempre o bode expiatório.
Pois.
De há umas semanas para cá tenho andado esquecida como nunca na vida me lembro de ser. Dizem-me uma coisa num momento, no outro já esqueci, a não ser que escreva de imediato. Esqueço-me dos sítios, dos nomes, enfim… de muita coisa que não costumava esquecer com facilidade.
Hoje foi o cúmulo. Pus o blush, e só depois a base. Meti o carro num parque, e uma hora mais tarde fui buscá-lo a outro, noutra rua. Subi as escadas três vezes para ir buscar o casaco, e desci-as duas vezes sem o dito.
Isto não é normal. Já não me reconheço. Malditas hormonas, pá.