quinta-feira, 31 de março de 2011

Barriga report

Por muito que me tente convencer que é hora de acalmar o ritmo, por muito que a minha barriga de sete meses me ponha um travão, eu meti na cabeça que tenho coisas para acabar e pronto. Sei que o assunto já parece repetido. Mas isto é uma luta, meus amigos. Entre a minha vontade de daqui a um mês e tal estar livre e desimpedida para pensar apenas na minha piolhinha e o que a minha resistência (ainda) me permite. E tenho pessoas que não quero deixar penduradas. O meu trabalho tem timings e eu não tenho mais mãos. E quero muito cumpri-los, os obrigatórios pelo menos, que eu entretanto ganhei algum juízo. O resto, logo se verá.
A juntar a isto, coisas importantes como análises, ecografias, curso de design e manutenção da mãe (me!), como dentista, depilação e afins.
Mas sinto-me bem. Estou tranquila e confiante que tudo vai estar pronto a tempo. Acabar os trabalhos e ter as coisas da bebé a postos. Um dia de cada vez. E tudo a seu tempo.
Agora vou comprar umas meias anti-derrapantes para a aula de preparação para o parto de amanhã.  Para não cair e partir os ossos. Que eu ainda tenho muito que fazer.

segunda-feira, 28 de março de 2011

quinta-feira, 24 de março de 2011

Porque é que és tão cara?

Zara

E chega-me isto assim por e-mail: Zara Bags. Eu agora tenho camas de grades para comprar, e babygrows e casaquinhos. Porque me tentas?
Damn it.

Goodbye, Liz Taylor

quarta-feira, 23 de março de 2011

Photoshop-ed?

O Huffington Post diz que a Mango exagerou no Photoshop, para a campanha com a Scarlett Johansson.
E eu digo: Who cares?

segunda-feira, 21 de março de 2011

Q.b.


Tem sido difícil escolher peças para a piconina, porque eu não gosto de muitas letras, bonecada e coisas dessas. Comigo é a "keep ir simple" kind of thing. Mas tudo o que comprámos até aqui são coisas que adoro, e que não tenho dúvida de que são excelentes aquisições. E isso faz-me sentir bem.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Back to the beach office

Com mais ou menos nuvens, chuva ou sol, já sinto o chamamento da praia que (opá, que chatice) fica a 5 minutos de casa. Não propriamente para me esticar ao sol, mas para me instalar num dos bares à beira-mar, e trabalhar. Mas sabe bem, até porque há sempre quem tenha a mesma ideia. Há tomadas para todos, net grátis e uma vista sem preço. Claro que quando paguei quase 2,5 euros por um café e meia torrada, não gostei nem um bocadinho, mas vim consolada. De sol, de mar e de um tempo bem aproveitado.

Boas notícias

Além da saga do médico, tive direito também a saga da enfermeira-parteira-do-centro-de-saúde-que-partiu-a-mão-a-dar-aulas-de-preparação-para-o-parto. Já me via a ficar sem as aulas que devia ter começado na semana passada, ou então a ter que pagar um balúrdio para ir tê-las noutro lugar. O que não podia ser era ir sem preparação. Ir para o hospital sem saber fazer aquela respiração como se vê nos filmes,  sem saber de nada, e essas coisas todas. No way. Mas lá se resolveu e penso que muito em breve lá vamos nós, pais zelosos, saber como se põe uma criança no mundo.

terça-feira, 15 de março de 2011

Take it easy

Foi preciso um wake up call para perceber que o ritmo de vida tem que ser diferente a partir da agora. Senão toma lá umas dorezitas do caraças que já que não abrandas a bem, abrandas a mal. E ontem, depois de saber que já tenho a catraia em posição torpedo-preparada-para-lançamento, lá me convenci que pois, que há que ter calma. 
O pior é que eu quero fazer tanta coisa. E o tempo passa tão rápido. 
E eu quero saborear tudo tão bem.

sábado, 12 de março de 2011

quinta-feira, 3 de março de 2011

Ao menos tenho saúde

Eu ia dizer uma coisa tão complicada, tão amarga e tão zangada, mas não me apetece. 
Digo antes algo assim:
Bah.

Estou apaixonada

Quando vi o teu coraçãozito, bebé, aquelas 4 câmaras que tu insistes em querer esconder, quando ouvi o bater do teu coração tão compassado, forte e perfeito, fiquei mais que orgulhosa. 
Mais que orgulhosa, bebé.

terça-feira, 1 de março de 2011

Le Weekend




Óscares 2011


Não vi, mas a Pipoca já fez a sua apreciação e eu concordo. Só tenho dúvidas quanto à parte de cima do vestido da Cate Blanchett e o da Gwineth Paltrow é assim, vá... dos melhorzinhos. Mas nenhum me encheu as medidas. Achei tudo muito medíocrezinho e sem nada do glamour de antigamente.